Educação Infantil

    A Educação Infantil é a primeira etapa da Educação Básica e tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança em seus aspectos físico, afetivo, intelectual, linguístico e social.

    A criança, no processo de educação, é sujeito histórico e de direitos. Na Parque Escola, ela desenvolve-se pelas relações e práticas educativas e pelas interações estabelecidas.

    Essas práticas e interações fundamentam-se na indissociabilidade entre o cuidar e o educar e na valorização do brincar como meio de expressão e de crescimento da criança.

    O Aprendizado da criança não ocorre somente com os materiais didáticos e sim em todo momento de sua vida, até mesmo quando brinca, a criança pode estar aprendendo algo que contribuirá para o seu desenvolvimento, sendo assim o lúdico pode ser usado como um recurso, que propicia um ensinar de forma correta, simples e divertida. A criança também constrói seu conhecimento, em brincadeiras próprias às quais chamamos de livre. O professor neste caso não é o dono do saber, mas ele será o mediador, ajudando através do lúdico, fazer descobertas e juntos construírem e reconstruírem seu conhecimento. Os educadores da Parque Escola proporcionam o desenvolvimento e a descoberta de forma prazerosa, compreendendo que a criança tem seu mundo repleto de brincadeiras e de muita imaginação, e devemos procurar utilizar essas características para nos tornarmos cada vez mais próximos de suas necessidades, proporcionando a criança um desenvolvimento completo, em todos os aspectos.

     

    “Brincar com a criança não é perder tempo, é ganhá-lo. Se é triste ver meninos sem escola, mas triste ainda é vê-los enfileirados em salas sem ar, com atividades estéreis sem importância alguma para a formação humana.”
                                                                                     Drumonnd de Andrade

     

    Por isso que a nossa filosofia e conceito de ensino partem do “Aqui se aprende Brincando!”.

    Viver ludicamente significa uma forma de intervenção no mundo, indica que não apenas estamos inseridos no mundo, mas, sobretudo, que somos parte desse conhecimento prático e que essas reflexões são as nossas ferramentas para exercemos um protagonismo lúdico e ativo.